O divórcio e a culpa no Brasil

Foi em 1891, com a primeira Constituição da República, que o Estado passou a ser laico, deixando a religião católica de ser oficial no Brasil. Embora teoricamente a Igreja tenha se separado do Estado, sua influência, bem como a moral judaico-cristã seguiram presentes fortemente na sociedade brasileira, especialmente quanto aos vínculos familiares. Ainda assim, o... Continue lendo →

A paternidade e a guarda compartilhada

É inegável que a celebração do dia dos pais atualmente abarca significados, mesmo que implícitos, inexistentes até pouco tempo. O papel do pai provedor, cuja função primordial era o sustento da família já não cabe mais, ao passo que a participação paterna na vida diária dos filhos acentuou-se de maneira inimaginável pelas gerações passadas. Adicione-se... Continue lendo →

Precisamos falar sobre a Alienação Parental

Em 25 de abril comemoramos o dia internacional do combate à Alienação Parental. Apesar de sua ocorrência não ser nada recente, apenas em 2010, com a Lei 12.318, passou-se a dispor sobre a Alienação Parental como ato prejudicial ao desenvolvimento psicológico de crianças e adolescentes, inclusive exemplificando-se claramente comportamentos típicos para a sua caracterização. Avançamos... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑